Por José Roberto Camargo

Sócio-diretor da Paulo Roberto Leardi Imóveis – Unidade de Atibaia

O coronavírus nos trouxe a realidade: o mundo está em colapso! A crise de saúde mostra as vísceras dos problemas mundiais em dois setores essenciais, principalmente, economia e saúde.  No Brasil, não estamos muito diferentes do resto do mundo, com a ressalva de que somos um país em desenvolvimento, em todos os sentidos.

Em desenvolvimento econômico, moral, cívico, educacional, religioso, enfim é hora de uma reforma íntima. Nosso país já atravessou por crises imensas, mas nunca nestas proporções. O desenvolvimento da tecnologia nos permite neste momento de isolamento resolver uma série de problemas. Acredito que o Covid 19 veio para ficar, calme vou me explicar…

As nossas relações de trabalho, por exemplo, vão mudar, pode ser que não agora, mas vão mudar. Os gestores estão percebendo que já não precisam mais manter seus colaboradores dentro dos escritórios, tudo pode ser feito a distância, essa realidade já existe há tempos, mas será ampliada para setores que não estão acostumados com isso, como as áreas operacionais das indústrias, por exemplo.

O setor do imobiliário já vive esta realidade há anos, muitos de nossos colaboradores já trabalham com grande frequência em suas casas, acompanhando o crescimento de seus filhos, exaustos pelo excesso de trabalho (é verdade se trabalha muito mais estando em casa, ufa!), dando pausas importantes para relaxar, organizando as captações, relatórios, visitas, etc.

home office nos ajuda a refletir sobre a importância de se dedicar full time ao trabalho, nos esquecendo das nossas relações, do que é realmente essencial e como devemos seguir nossas vidas, nos nortear a partir do quê?

A crise de saúde, provocada pelo vírus, nos força a ficar em casa, nos obriga a enxergar ao mesmo tempo os problemas familiares e as suas soluções. Refletir sobre isso é importante para entendermos os nossos próximos passos.

Muitas perguntas estão sem respostas: Como será daqui para frente? O que é o “novo normal”? Teremos de conviver sempre com uma ameaça invisível? Voltaremos a nos relacionar como antes? Enfim, dúvidas e mais dúvidas, porém uma coisa é certa: Você continuará sendo você, seguindo seus objetivos de vida, agora com outros olhares. É a maravilha do ciclo da vida.

É pessoal, o Covid veio para ficar. Ou melhor, não o vírus, mas sim as novas formas de se relacionar.